Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Food InnovationEmbalagem & DesignTetra Pak reforça linha para alimentos sólidos e semi-sólidos

Tetra Pak reforça linha para alimentos sólidos e semi-sólidos

  • Written by:
A embalagem cartonada Tetra Recart, que faz parte do portfólio da Tetra Pak em mais de 50 países e 140 produtos, deverá ganhar novas categorias no Brasil este ano, em linha com tendência verificada em países como Estados Unidos e Suécia. Utilizada principalmente para alimentos como feijão, ervilha, milho, lentilha, grão de bico e seleta, a embalagem tem potencial também para as indústrias de pet food, pratos prontos, atomatados e frutas, entre outras categorias. Para o consumidor, uma das principais vantagens da Tetra Recart é a comodidade de disponibilizar alimentos cozidos prontos para consumo em pequenas porções.

“Hoje encontramos na Tetra Recart um grande potencial de mercado. Elas permitem que os consumidores ampliem as opções de alimentos práticos, levando em conta qualidade, segurança alimentar e uma embalagem ambientalmente responsável”, afirma Cassio Simões, diretor de vendas da Tetra Pak Brasil, que prevê grande potencial da utilização da Tetra Recart para o e-commerce. “Além de leguminosas, a embalagem também pode ser utilizada para pratos prontos e frutas, por exemplo. Na Suécia, é forte a tendência de uso para alimentos para animais de estimação e no Chile, o pêssego está entre os produtos comercializados na embalagem”, completa.

Um dos segmentos que a Tetra Pak quer focar é na categoria de atomatados, que vem crescendo nos últimos anos. Segundo a Kantar Worldpanel, no biênio 2014/2016, houve um crescimento de 3,1% em volume. Já no biênio 2016/2018, a categoria avançou 4,2% em volume e de 4,3% em valor de mercado.

Desenvolvida para produtos sólidos e semi-sólidos, a embalagem recebe o alimento durante o processo de envase seguindo para equipamentos de autoclaves, onde submetido a altas temperaturas, é cozido e esterelizado. Com fácil sistema de abertura, possibilitado pelo corte a laser ativado na autoclave, a embalagem tem como aliada também a tecnologia aplicada em todo o portfólio da Tetra Pak que, ao proteger o alimento da luz, do oxigênio e da umidade, permite a longa vida do produto na prateleira.

Além da praticidade para o consumidor, Simões explica que o modelo também traz ganhos operacionais para a indústria, como menores custos de produção e distribuição e melhor exposição no ponto de venda. O formato retangular da embalagem permite acomodar mais produtos por gôndola e a apresentação visual nas prateleiras é mais uniformizada. “A Tetra Recart ocupa até 40% menos espaço na prateleira em comparação a outros formatos. Na performance logística, possibilita mais produto por palete, oferecendo maior agilidade na reposição, uso eficiente de espaço e redução do DPC (custo direto de produto)”, observa. No transporte, é possível ter 18% mais embalagens envasadas em um palete, em comparação com outros tipos de embalagem, além de serem mais leves.

Fonte: Tetrapak

Comments are closed.